PROPOSTA - PARTE 23 E 24 - DE ALLAN PERCY,DO LIVRO: OSCAR WILDE PARA OS INQUIETOS


Serra do Rio do Rastro - VIAGEM CULTURAL - Foto da Profª. Cleide Tamanini Bogo

23 – Fazer parte da sociedade é uma amolação, mas estar excluído dela é uma tragédia.
Assim como Daniel Goleman se dedicou ao estudo da inteligência emocional,  Karl Albrecht se debruçou sobre a inteligência social. Em seus trabalhos, ele distingue dois tipos de conduta, segundo a resposta que causam:
COMPORTAMENTOS TÓXICOS são atitudes nossas que fazem com que os outros se sintam desvalorizados, inadequados, intimidados, furiosos, frustrados ou culpados.
COMPORTAMENTOS NUTRITIVOS são os que permitem que os outros se sintam valorizados, capazes, queridos, respeitados e apreciados por nós.
Albrecht descreve ainda as cinco habilidades que caracterizam a inteligência social:
·        Ser capaz de entender as pessoas e seus sentimentos em diferentes situações.
·        Ser acessível, transmitir proximidade, confiança e amabilidade.
·        Ser sincero consigo mesmo e com os outros, pois quem é fiel a si mesmo ganha o respeito dos demais.
·        Saber expressar claramente os próprios pensamentos, opiniões, ideias e intenções.
·        Ser capaz de conectar-se com o outro, de harmonizar pensamentos e sentimentos nas relações interpessoais.

24 – Se for dizer a verdade aos outros, faça-os rir, do contrário eles o matarão.
Essa citação do conto “O rouxinol e a rosa” destaca a importância do humor ao se transmitirem “notícias difíceis”, inclusive quando se trata de uma conversa interior.
Groucho Marx resumia o humor com uma fórmula simples: tragédia + tempo = comédia. É comum que um acontecimento aparentemente trágico se torne engraçado quando contemplado tempos depois. O segredo do humorista é adiantar-se: ele torna a tragédia imediatamente risível.
Em sua obra El Buda de la Risa , o escritor Mario Satz, um dos pioneiros na terapia do riso, apresenta uma lei que nos leva a refletir: “Um menino ri menos do que um bebê; um adolescente, menos do que um menino; um adulto, menos do que um adolescente; um ancião, menos do que um adulto.”
Então quer dizer que envelhecemos quando perdemos a capacidade de rir? Muito provavelmente.
Centro de muitas polêmicas, Oscar Wilde não perdia uma oportunidade de rir das misérias humanas, inclusive das dele. Talvez por isso tenha sabido manter um espírito jovem e rebelde até o fim de seus dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário