PROPOSTA - PARTE 74 E 75 - DE ALLAN PERCY,DO LIVRO: OSCAR WILDE PARA OS INQUIETOS


74 – A arte da música é a que está mais perto das lágrimas e das lembranças.
Embora criticasse os compositores de seu tempo, Oscar Wilde sabia que a música é uma via expressa para chegar às nossas emoções. Talvez por ser tão difícil de analisar e de explicar, ela nos fala de recônditos de nossa existência que outras artes não alcançam. Em seu ensaio El sonido es vida , o pianista e maestro argentino Daniel Barenboim reflete sobre os benefícios de nos entregarmos à música:
Ouvir música implica sentir para tentar entender a narração musical. Significa, portanto, sentir e pensar – mais ou menos como se diz que o sentimento é emoção e pensamento. Uma emoção não precisa necessariamente estar vinculada a uma pessoa real ou a um acontecimento verdadeiro: é a mente que a vincula a uma série de circunstâncias concretas, gerando um sentimento. Esse mesmo processo acontece quando escutamos uma peça musical. Portanto, ouvir uma obra musical de maneira ativa – isto é: não como música de fundo apenas –, além de ser um prazer, nos ajuda a conhecer nossas emoções e a pensar com mais clareza.
75 – Afinal, o que é a moda? Do ponto de vista artístico, uma forma tão intolerável de horror que tem de ser mudada a cada seis meses.
Muitas pessoas se deixam levar pelas últimas tendências da moda sem ao menos considerar o próprio tipo físico, a personalidade, a idade e o estilo de vida.Os meios de comunicação nos bombardeiam a todo momento com mensagens que associam felicidade a aparência. Muitas vezes fica difícil traçar o limite entre ter estilo e virar uma “vítima da moda”.
Para saber se nossa relação com a moda deixou de ser saudável, devemos observar se...
... quando nos sentimos tristes, desgostosos ou aborrecidos, a única coisa que nos acalma é ir às compras.
... frequentemente compramos coisas inúteis que, mais tarde, nos arrependemos de ter adquirido.
... nossa casa está repleta de objetos que não utilizamos.
 ... depois de comprar, nos sentimos insatisfeitos e culpados.
... ao recebermos a fatura do cartão de crédito, nos surpreendemos com o valor a ser pago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário