KAFKA PARA SOBRECARREGADOS - DE ALLAN PERCY - PARTE 19 E 20


19 – Viver é nos desviarmos incessantemente. E nos desviamos de tal maneira que a confusão nos impede de saber do que estamos nos desviando.
O biólogo e consultor Enrique de Mora fala em seu livro Zig zag sobre a importância de, às vezes, nos desviarmos do caminho, pois isso nos afasta do trajeto mais curto e nos leva a lugares que de fato necessitamos ver.
Idealmente, para ir de um ponto a outro, o caminho reto é o mais curto, mas na trajetória de vida das pessoas costuma ser muito difícil evoluir em linha reta. É comum surgirem imprevistos que alteram nossa trajetória e que, aparentemente, nos fazem perder tempo. Ainda assim, saber enfrentar essas circunstâncias imprevistas, essas complicações, nos permite crescer como seres humanos. Sofrer um acidente parece não trazer nada de bom, mas, se formos capazes de extrair algum aprendizado da situação, sairemos fortalecidos. Aprendemos mais tendo de avançar contra o vento do que com o vento a nosso favor. Nas curvas que nos desviam de nossa estrada podemos encontrar muito mais lições. Tudo o que nos acontece nos convém. 

20 – O verdadeiro inimigo lhe transmite uma coragem sem limites.
Seu inimigo é seu melhor mestre, porque para enfrentá-lo você precisa utilizar toda a sua inteligência e sabedoria. Este ensinamento do Dalai-Lama é um provérbio exemplar, já que aponta para o excepcional espelho representado por aqueles que nos fazem sentir incomodados.
O escritor colombiano Nicolás Buenaventura Vidal explica com humor e lucidez as razões para arranjarmos bons inimigos:
– Um bom amigo pode nos abandonar, nos trair, nos decepcionar e até ser trocado por outro... mas um bom inimigo é para a vida toda.
– Os inimigos sempre dizem a verdade, sobretudo quando dói.
– De um amigo nunca se sabe o que esperar, mas dos inimigos sempre se pode esperar o pior.
Nicolás termina dizendo que o pior que pode nos acontecer em relação a um inimigo é nos tornarmos amigos. Em todo caso, afirma ele, a grandeza de um homem se mede pela qualidade de seus inimigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário