CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS - PROF SÉRGIO CHICATO PARA OS ALUNOS DO 6º.ANO 2, COM A PROF REGINA



O pulo da alma
O “Gato preto” de Edgar Allan Poe faz uma viagem pela alma humana. Pode um garoto que “tinha tanta bondade no coração que meus amigos caçoavam de mim”, que adora animais se transformar num homem que mataria a própria esposa? Em Gato preto sim! Como? O narrador diz o motivo: “o mal – também conhecido por “álcool” foi crescendo” dentro da personagem que sufoca o bom menino num canto esquecido da alma e dá lugar a um ser cheio de ódio e rancor. A bebida destrói a identidade dele e a família. O arrependimento que vem depois da bebedeira mostra que o usuário de substância psicoativas agem por impulso das drogas e, na maioria das vezes se arrepende. Só, esquecem de avisar que arrependimento não corrige erros. Num acesso de fúria possuído pelo álcool nosso protagonista arranca um olho de Plutão o gato preto que só o queria bem. Depois ele enforca o gato. Em outro acesso ade fúria ele assassina a esposa. Publicado na década de 1840, o conto impressiona pelo realismo e atualidade do enredo. O álcool continua fazendo suas v
ítimas e nós enquanto Escola, precisamos alertar as crianças para este risco. (resenhado por Sérgio Chicato).

Capa do livro O Gato Negro de Edgar Allan Poe
Título: O Gato Negro
Título: The Black Cat
Sinopse:
O Gato Negro é um conto que faz uma análise à psicologia da culpa.
Um homem, que desde a infância sempre gostou muito de animais, tem em casa vários animais de estimação, incluindo um grande gato preto chamado Pluto. O gato e o homem têm uma relação de amizade especial, que dura alguns anos, até que o homem se torna alcoólico.
Curiosidades:
Várias adaptações para cinema e televisão foram feitas a partir de O Gato Negro.







DIA NACIONAL DE COMBATE AO ABUSO E A EXPLORAÇÃO SEXUAL CONTRA CRIANÇA E ADOLESCENTES!!!